Rafael Procopio
A Matemática é cheia de coisas curiosas e interessantes. Às vezes são coincidências impressionantes que nos fazem até ficar arrepiados!

O número 10! (lê-se "dez fatorial") é definido como sendo 10! = 10x9x8x7x6x5x4x3x2x1. Quando se calcula estas multiplicações encontra-se 3.628.800. Analisando a quantidade de segundos que tem em 6 semanas, percebe-se que há 3.628.800 segundos! INCRÍVEL! Observe no vídeo abaixo:



Gostaram da coincidência? Há muitas outras ainda, que serão exploradas em outros vídeos.

Grande abraço,

Prof. Rafael Procopio.
Rafael Procopio

Se você é muito fã de Crepúsculo, daqueles que acham que Edward Cullen e Bella existem de verdade na vida real, então este vídeo NÃO É PARAVOCÊ! Por favor, veja a postagem mais abaixo e NÃO ASSISTA A ESTE VÍDEO! :)

A Matemática prova, através da Progressão Geométrica, que seria impossível vivermos num lugar povoado de vampiros. Chega-se à conclusão que ou TODOS NÓS SOMOS VAMPIROS ou NÃO EXISTEM VAMPIROS.

Tomem cuidado da próxima vez que saírem com a luz do sol...

Prof. Rafael.
Juliana Nogueira
EM ROSA DA FONSECA - PROJETO DE BADMINTON

A Escola Municipal Rosa da Fonseca tem o prazer de lhes apresentar o Projeto que vem despertando o interesse de nossa comunidade escolar para um esporte ainda muito pouco praticado no País:

O BADMINTON.
 
 
 
UM ESPORTE OLÍMPICO
 
O badminton foi incluído oficialmente no programa olímpico nos Jogos de Barcelona-1992, mas já tinha estado presente em Munique-1972 e Seul-1988, como esporte de exibição. Dominado por países asiáticos, como Indonésia, China e Coréia do Sul, o esporte tem cinco diferentes categorias em Olimpíadas: jogos de simples masculinas e femininas, duplas masculinas e femininas e duplas mistas.
Objetivando a massificação do esporte, este trabalho é uma parceria do Ministério dos Esportes, Confederação Brasileira de Badminton e Clube dos Sub Oficiais e Sargentos da Vila Militar.
 
Equipe de trabalho
 

COORDENAÇÃO: SEBASTIÃO DE OLIVEIRA
SUPERVISOR DE ESPORTE: PROF. NELSON VELOSO
MONITOR: RENATA FAUSTINO
COLABORADOR: ALEKSANDER

 
ALGUMAS IMAGENS DO TRABALHO EM NOSSA UNIDADE ESCOLAR.
 













 
CONHECENDO UM POUCO SOBRE O BADMINTON
 

História do Badminton

Foi na Índia que o Badminton nasceu, com o nome de Poona . Oficiais ingleses a serviço neste país gostaram do jogo e levaram-no para a Europa. 

O "poona" passou a se chamar Badminton quando, na década de 1870, uma nova versão do esporte foi jogada na propriedade de Badminton, pertencente ao Duque de Beaufort's, em Gloucestershire, Inglaterra. 

Em 1934 foi fundada a Federação Internacional de Badminton (IBF), com nove membros: Canadá, Dinamarca, Escócia, França, Holanda, Inglaterra, Nova Zelândia e País de Gales. Sua sede se situa, logicamente, em Gloucestershire. 

Nos anos seguintes mais países se tornaram membros, especialmente após a estréia do esporte nas olimpíadas de Barcelona, em 1992. Hoje em dia, existem 130 países membros da IBF, e o número tende a crescer. 

Existem, na atualidade, seis torneios principais promovidos pela IBF: Thomas Cup (campeonato mundial masculino de equipes), Uber Cup (campeonato mundial feminino de equipes), Sudirman Cup (equipes mistas), World Championship, World Juniors e World Grand Prix Finals. 

Em 1995 o Badminton foi incluído nos XII Jogos Pan-Americanos de Mar del Plata, Argentina, e foi jogado novamente, em 1999, nos XIII Jogos Pan-Americanos em Winnipeg, Canadá. Depois disso, a modalidade se firmou no evento sendo esporte que conta medalhas até hoje. Inclusive, em 2007 nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro o Brasil conquistou sua primeira medalha na competição. O feito histórico para o Badminton brasileiro foi conseguido pelo atletas Guilherme Kumasaka e Guilherme Pardo que conquistaram medalha de bronze na categoria de dupla masculina. 





 

As Regras

1) Para começar o jogo: 

- com uma moeda ou com a própria peteca, faça um sorteio. O vencedor tem a opção de servir (sacar), receber ou optar por um dos lados da quadra. Os atletas têm direito a um aquecimento de dois minutos antes do início do jogo. 

2) Posição na quadra no começo de um game : 

- a pessoa que serve deve ficar dentro da área de serviço no lado direito da quadra (olhando para a rede). Quem recebe fica do outro lado da rede dentro da área de serviço no lado direito da quadra, na diagonal de quem serve. Nos jogos em duplas, o parceiro pode ficar em qualquer lugar da quadra desde que não bloqueie a visão do recebedor. 

3) Posição de quem serve: 

- se o placar de quem serve for par, o serviço deve ser feito do lado direito da quadra. Se o placar for ímpar, do lado esquerdo da quadra. Nos jogos em duplas a regra é a mesma. O servidor permanece servindo sempre que ele ou sua dupla ganhar o rally. 

4) Serviço: 

- os saques, no Badminton, sempre são realizados na diagonal, como no tênis. No exemplo abaixo, o jogador A saca para o jogador X. O serviço, tanto no jogo de simples quanto no de duplas, inicia-se pelo lado direito da quadra de quem serve que deve lançar a peteca obliquamente sobre a rede, para o seu lado esquerdo da quadra adversária - Vencendo o ponto, continua servindo o mesmo jogador, devendo inverter a sua posição na quadra. Servirá, então, na sua esquerda para o seu lado direito da quadra adversária. Havendo perda do ponto, o serviço passa para o lado adversário. - o recebedor não deve se mexer até que quem serve golpeie a peteca. 

Quem serve tem que: manter parte de ambos os pés numa posição imóvel no chão; acertar a base da peteca primeiro; a peteca inteira ficará abaixo da linha de cintura no instante em que é golpeada; o cabo da raquete do servidor no instante em que a peteca é golpeada apontará para baixo; o movimento da raquete será contínuo até o final do serviço. 

5) Durante o jogo: 

- se o jogador ganhar a disputa da jogada (rally), ele marca um ponto, mudando o lado do serviço e continuando a servir. Se ele perde o rally, seu oponente marca um ponto e passa a servir. Nos jogos em duplas, se a dupla servidora ganhar o rally, um ponto é marcado e o servidor muda de lado e continua a servir. Se eles perderem o rally, o serviço passa para a dupla adversária. 

6) Servindo ou recebendo do lado errado: 

- se um erro de área de serviço for cometido, o erro não será corrigido e o jogo continuará sem mudança na área de serviço dos jogadores. 

7) O let ocorre quando: 

- ocorre uma interferência de fora do jogo como, por exemplo, uma peteca de outra quadra que cai na sua quadra. 

8) Será considerado falta: 

a) se o atleta (raquete ou roupa inclusive) encostar na rede enquanto a peteca está em jogo; b) se a peteca acerta o jogador, sua roupa, teto ou arredores da quadra; c) se a peteca cair fora das linhas da quadra (a linha é considerada parte da quadra); d) se o jogador invade ou acerta a peteca no lado oposto da rede (não vale 'carregar' a peteca); e) se a peteca for golpeada duas vezes do mesmo lado da quadra; f) se houver interferência com a peteca, mau comportamento ou 'cera', o jogador perde o serviço ou o oponente ganha um ponto; g) se o parceiro do recebedor receber o serviço; h) se o servidor faz o movimento e erra a peteca. 

- obs: se a peteca acertar a rede e cair do lado oposto, o serviço é válido, desde que ela caia na área de serviço. 

9) Fim do jogo: 

- os jogos são disputados num total três games. O vencedor é o que ganhar dois games primeiro. Em todas as modalidades, os games são de 21 pontos. Se houver empate em 20 pontos, vencerá aquele que abrir 2 pontos de vantagem. Havendo empate em 29, vencerá aquele que fizer 30 pontos. O jogador que venceu o primeiro game serve primeiro do outro lado da quadra no novo game. O ganhador do segundo game muda de lado e começa servindo no terceiro game. No terceiro game, o jogador muda de lado e continua servindo no décimo primeiro ponto. 

10) Tempo durante o jogo: 

- sempre que o 1º jogador/dupla atingir 11 pontos um tempo de 60 segundo é concedido. Esta regra vale para qualquer game. - nos intervalos do 1º para o 2º game e do 2º para o 3º game (se houver) um intervalo de dois minutos é concedido. 

11) Quadra: 

O badminton pode ser praticado ao ar livre, mas o ideal é que ele seja jogado em quadra coberta, onde não ocorram correntes de ar. Não é aconselhado também o uso de sistema de ventilação que movimente o ar, o que atrapalharia o jogo. O piso da quadra deve ser feito de material antiderrapante, e suas marcações serão feitas de cores facilmente identificáveis (branco ou amarelo). O espaço entre a quadra e as paredes que cercam o recinto não deve ter menos de 1m (até as paredes laterais), e de um 1,5m (para as paredes de fundo). 

A rede de badminton deve ficar a 1,55m de altura do chão. Ela deve ter uma trama bem esticada de forma que seus fios superiores fiquem no mesmo alinhamento dos postes. a rede pode ser fixada em postes ou em suportes fora da área da quadra. 

 

Rafael Procopio
Assistam e observem a perfeição da Natureza. E ela só é perfeita porque foi escrita com caracteres matemáticos, como dizia Galileu Galilei.

Abraços do Prof. Rafael.
Rafael Procopio
Rafael Procopio

Para alunos do 8º e 9º anos, aprendam essa maneira de entender a fórmula da área de um círculo!

Abraços do Prof. Rafael.

Rafael Procopio

Esse vídeo mostra que utilizar técnicas de chute como o "Mamãe Mandou" ou "Uni duni tê", na verdade não resulta numa resposta escolhida ao acaso, mas sim uma resposta que só depende por onde você começa a contar.

Abraços do Prof. Rafael! :)
Rafael Procopio

Aprenda um macete para a tabuada do 7, uma das mais complicadas.

Agradecimento especial ao nosso aluno-ator Jorge Lucas, da turma 1702.
Rafael Procopio
Rafael Procopio
Se você fica sempre com a pulga atrás da orelha quando o assunto é tabuada, nunca sabe a resposta das tabuadas mais altas, como 6, 7, 8, 9 e 10... SEUS PROBLEMAS ACABARAM! Assista ao vídeo e aprenda a tabuada desses números de maneira rápida e fácil!

Rafael Procopio


Obrigado à Profª Carla pela participação!
Rafael Procopio


Mais um vídeo produzido com os alunos da nossa escola, abordando de forma cômica as famosas perguntinhas que os alunos fazem aos professores TODOS OS DIAS... hehehe

Divirtam-se!
Juliana Nogueira






No  dia 19 de outubro aconteceu na E.M. Rosa da Fonseca a votação para escolha do nome de sua rádio escolar, uma das oficinas integrantes do Projeto Mais Educação ministrada por Gleice Meira.
 A votação contou com a  participação de alunos, professores e funcionários e o resultado da eleição satisfez a vontade da maioria. A torcida foi grande!
 É isso galera; a nossa rádio escolar se chama a partir de agora: 

"ROSA JOVEM SHOW".

 Logo estaremos com a primeira transmissão ao vivo.
Você é parte integrante e essencial para o sucesso deste projeto; contamos com a participação de todos.

Algumas imagens do dia de votação:

Integrantes da Oficina de Rádio da EM Rosa da Fonseca.

           Alunos fazem fila para votar.