Alexandra Ferreira
Podemos encontrar na fotografia a ausência, a lembrança, a separação dos que se amam, as pessoas que já faleceram, as que desapareceram, a história de nós mesmos e dos outros.
Strelczenia, 2001, apud Debray (1986, p. 60) assinala que a imagem nasce da morte, como negação do nada e para prolongar a vida, de tal forma que entre o representado e sua representação haja uma transferência de alma. A imagem não é uma simples metáfora do desaparecido, mas sim "uma metonímia real, um prolongamento sublimado, mas ainda físico de sua carne".
Para algumas pessoas, fotografar é um prazer, é estar figurando ou imitando algo que existe e com o qual se deseja ou necessita prolongar o contato e a proximidade, é o desejo de que o vínculo estabelecido entre o sujeito e o objeto do seu desejo persista.
A fotografia traz à tona as memórias do passado e nos apresenta a quem somos. A consciência do real e a essência de identidade individual dependem da memória. Talvez por isso confiemos à fotografia as nossas lembranças. A memória aproxima o passado do presente e ajuda a decifrar o futuro. A fotografia põe em evidência um momento. Ao apreciar uma fotografia é importante valorizar o espaço de tempo entre o momento em que o objeto foi capturado e o presente em que se contempla a imagem, porém a ocasião fotografada é capaz de conter o antes e depois. Isso é mágico e fascina a psique humana!
Segundo Strelczenia (2001), "A memória se premia recordando, fazendo memorável; se castiga com o esquecimento ". Fotografamos para recordar. Rasgamos as fotos para esquecer.


E assim teve início o projeto de fotografia digital que idealizei para as crianças da Rosa da Fonseca: Memórias da Rosa.



Logo veremos por aqui belos clicks dos nossos alunos. Por enquanto, fiquem com os meus.



Profa Alexandra Ferreira












Categoria: edit post
4 Responses
  1. Alexandra, ficou ótima a postagem! Obrigado por começar a contribuir com o nosso blog. Bjs!!!


  2. Obrigada! Fico feliz em poder contribuir.
    Bj.


  3. Caroline Says:

    Alê, amei o projeto!!!! Essa discussão sobre fotografia e memória é muito bem-vinda nas aulas de história:) Parabéns pelas fotos, sempre ótimas!!


  4. Obrigada! Minha amiga você sabe que tenho muitos sonhos pessoais e profissionais. Entre eles, está o de que todos os brasileiros aprendam a respeitar e preservar a memória das coisas e das pessoas.


Postar um comentário